Início Top 10 Todas Mais Enviadas Novas Adicionar Anedota





Pesquisa Avançada





Pesquisa Avançada

Subscrever a newsletter




  Alentejanos  (426)
  Aulas  (57)
  Animais  (74)
  Anões  (9)
  Bebados  (46)
  Brasileiros  (48)
  Amigos  (78)
  Carros  (16)
  Cegos  (13)
  Ciganos  (16)
  Cuba  (42)
  Elefantes  (57)
  Azares  (69)
  Ã‰pocas  (16)
  Era uma Vez  (66)
  Expressões  (117)
  Especialistas  (33)
  Estrangeiros  (30)
  Família  (24)
  Fantasias  (31)
  Festas  (6)
  Futebol  (70)
  Farmácia  (9)
  Filmes  (23)
  Gagos  (18)
  Gays  (26)
  Geral  (4306)
  Jovens  (27)
  Loiras  (201)
  Lojas  (16)
  Mortes  (7)
  Médico  (50)
  Nazis  (30)
  Namorados  (31)
  naufrágios  (4)
  O que é  (21)
  Os Se's  (2)
  Porcas  (25)
  Precoces  (25)
  Pais e Filhos  (57)
  Países  (11)
  Patrões  (10)
  Peidos  (9)
  Policias  (12)
  Pretos  (64)
  Restaurantes  (15)
  Religião  (85)
  Ricos  (11)
  Roubos  (3)
  Sádicos  (35)
  Samora  (7)
  Sexo  (109)
  Casamento  (57)
  Sogras  (15)
  Sortudos  (6)
  Transportes  (16)
  Testes  (16)
  Urss  (28)
  Vida Conjugal  (28)
  Raínha da Noite  (3)
  Romeu  (2)
  Adivinha  (60)
  Verdades  (10)
  Linguagem  (20)
  Pinóquio  (4)
  Bolo Amor  (10)
  Químico  (1)
  Alentejana  (108)
  Contradições  (36)
  Matemáticas  (2)
  Dicionário  (5)
  Ignorantes  (26)
  Engano  (21)
  Confusão  (48)
  Remador  (2)
  Palavra  (4)
  Pensamentos  (9)
  Picantes  (35)

Versão para imprimir


Categoria da Anedota: Picantes
Categoria da censura: Adulto

 Enviado por: filipe norte activado 2013-12-23
 Tipo: long
 Estatistica: 3
 Enviado: 2


Titulo:

cana de pesca

certo dia 1 rapariga como era abitual foi á feira, e no regresso a casa antes de apanhar o autocarro passou por 1 peixeiro que por ali estava, ela ao ver o peixe tao fresquinho lembrou-se vou levar umas marmotas para o almoço, foi então que ao chegar a casa teve vontade de ir fazer um chichizinho nesse momento ela ficou com tesão e lembrou-se da marmota e foi busca-la e há que a meter, entre gemidos de prazer a marmota escorregou-lhe das mãos e entrou para dentro nisto ela desmaiou, ao chegar a casa o pai e chamando por ela ela nao respondia correu a casa toda e nada nisto ele ao ver a porta trancada por dentro chamou filha estás ai como nada dizia ele rebenta a porta e ao vela desmaiada chamou o médico, o médico chegou e examinou a rapariga ,virou-se para o pai da rapariga e disse tenho 1 bom remédio para ela e o pai disse se é remédio esteja á vontade o médico responde tenho lá 1 empregado q é bom nisso, e o pai disse se é remédio vá busca-lo, e já tudo combinado o empregado José vira-se para o pai da rapariga e disse mas voçê deixa? e o pai responde claro que sim, se o médico o diz esteja á vontade, nisto o Zé disse a rapariga q o pai dela o deixava a fazer o serviço ela ficou logo contente nisto ele penetra o pénis na vagina ela toda satisfeita, nisto a marmota ainda estava viva e pinba mordeu-lhe a gaita e ele tira para fora, e pergunta o pai ao médico entao dr. o q tinha a minha filha, nao sei pergunte ao meu empregado, entao Ze o q tinha a minha filha olhe diga á sua filha para quando tiver tesão para meter o dedinho porque a minha picha não é nenhuma cana de pesca.



<< Previous Next >>
 
Vote nesta Anedota! - Valor de votação 3
 Estúpida   Excelente      
   
 
Enviar esta Anedota a um amigo
 


Algarve    Aveiro    Beja    Bragança    Braga    Castelo Branco    Coimbra    Évora    Guarda    Leiria    Lisboa    Portalegre    Porto    Santarém    Setúbal    Viana do Castelo    Vila Real    Viseu    Açores    Madeira   





Pesquisa Avançada

Para adicionar a anedota
do dia ao seu site
clique aqui..















Desenvolvido por: canalweb © 1998-2010