7165
   
     
         
Início Top 10 Todas Mais Enviadas Novas Adicionar Anedota





Pesquisa Avançada

Subscrever a newsletter




  Alentejanos  (426)
  Aulas  (57)
  Animais  (74)
  Anões  (9)
  Bebados  (46)
  Brasileiros  (48)
  Amigos  (78)
  Carros  (16)
  Cegos  (13)
  Ciganos  (16)
  Cuba  (42)
  Elefantes  (57)
  Azares  (69)
  Épocas  (16)
  Era uma Vez  (66)
  Expressões  (117)
  Especialistas  (33)
  Estrangeiros  (30)
  Família  (24)
  Fantasias  (31)
  Festas  (6)
  Futebol  (70)
  Farmácia  (9)
  Filmes  (23)
  Gagos  (18)
  Gays  (26)
  Geral  (4306)
  Jovens  (27)
  Loiras  (201)
  Lojas  (16)
  Mortes  (7)
  Médico  (50)
  Nazis  (30)
  Namorados  (31)
  naufrágios  (4)
  O que é  (21)
  Os Se's  (2)
  Porcas  (25)
  Precoces  (25)
  Pais e Filhos  (57)
  Países  (11)
  Patrões  (10)
  Peidos  (9)
  Policias  (12)
  Pretos  (64)
  Restaurantes  (15)
  Religião  (85)
  Ricos  (11)
  Roubos  (3)
  Sádicos  (35)
  Samora  (7)
  Sexo  (109)
  Casamento  (57)
  Sogras  (15)
  Sortudos  (6)
  Transportes  (16)
  Testes  (16)
  Urss  (28)
  Vida Conjugal  (28)
  Raínha da Noite  (3)
  Romeu  (2)
  Adivinha  (60)
  Verdades  (10)
  Linguagem  (20)
  Pinóquio  (4)
  Bolo Amor  (10)
  Químico  (1)
  Alentejana  (108)
  Contradições  (36)
  Matemáticas  (2)
  Dicionário  (5)
  Ignorantes  (26)
  Engano  (21)
  Confusão  (48)
  Remador  (2)
  Palavra  (4)
  Pensamentos  (9)
  Picantes  (35)

Versão para imprimir


Categoria da Anedota: Religião
Categoria da censura: Adulto

 Enviado por: indomavel activado 2014-10-06
 Tipo: long
 Estatistica: 0
 Enviado: 0


Titulo:

padre


Há uma rapariga que entra na igreja, e chega quase na altura do padre acabar as confissões. O padre ficou muito zangado e disse: - Então vá lá menina. Eu já estou muito cansado, diga lá o que quer! A rapariga pôs-se de joelhos e confessa: - Senhor padre, eu namoro já há alguns anos e cometi um grande pecado. - E qual foi esse pecado? - Disse o padre. - Sabe, ele deu-me a mão... - Mas isso não é pecado nenhum! - Depois demos uns beijinhos... - Isso também não é pecado! - E fizemos amor! - Isso também não é pecado, apesar de serem só namorados! - Pois é, mas ele fez amor de uma maneira diferente, que não é usual. Fez amor anal! E então ela começou a ouvir ressonar. Viu que o padre estava a dormir e foi-se embora. Ia a sair e entra um homossexual todo à pressa para se ir confessar. Diz ele: - Ai, já está quase na hora!!! E quando se ajoelhou na sacristia acordou o padre, que diz: - Então fez amor anal e depois?! - Ai, até parece que o homem é bruxo!!! - Diz o homossexual.




<< Anterior Next >>
 
Vote nesta Anedota! - Valor de votação 0
 Estúpida   Excelente      
   
 
Enviar esta Anedota a um amigo
      Seu Nome:   Nome do Amigo:
      Seu Email:   Email do amigo:
 


Algarve    Aveiro    Beja    Bragança    Braga    Castelo Branco    Coimbra    Évora    Guarda    Leiria    Lisboa    Portalegre    Porto    Santarém    Setúbal    Viana do Castelo    Vila Real    Viseu    Açores    Madeira   





Pesquisa Avançada

Para adicionar a anedota
do dia ao seu site
clique aqui..















Desenvolvido por: canalweb 1998-2010